sábado, 8 de junho de 2013

Ensinar pela técnica da meditação, na contemplação do exercício do silêncio.

Quantas vezes presenciamos nas escolas as salas de aulas repletas de alunos falando e gritando numa intensidade insuportável, sem que pelo menos consiga ouvir um ao outro, além não dizer o que o professor está falando. Inicia-se uma cadeia de forças de dominação onde se percebe que vai vencer a batalha do barulho, alunos ou professor? A princípio não se concebe tal realidade onde o professor deixa-se ser dominado pelos alunos, falta-lhe educação básica vinda de casa? Respeito um com o outro? Indisciplina por parte dos alunos ou o professor não demonstrar ter domínio de classe?
Todavia, nota-se, entretanto, caso o professor tenha a sua aula planeja e com conteúdos que possam entreter os alunos para ater-se no respeito por si e prestar atenção quando o conteúdo da matéria esteja sendo repassados, os alunos ocupados e atenciosos mediante técnica pedagógica a ser utilizada em cada aula, vai lhe prender a devida atenção.
Uma das técnicas a ser utilizada é ensinar os alunos o exercício do silêncio pela contemplação, a técnica da meditação, utilizando-se no momento da leitura com a utilização de músicas suaves e orquestradas, por exemplo. Os alunos aprenderem a ouvir o seu próprio silêncio, concentração, ensinar-lhe a pensar, sobre si, sobre algo que goste, sobre a realidade que vive e que convive etc.
A prática do exercício do silêncio é uma ciência que os ocidentais pouco usam para revitalizar-se interiormente. Não é fácil ”eu”, refletir sobre si mesmo, olhar-se para e contemplar-se, contextualizar-se e responder com toda sinceridade, quem sou eu? Ter ciência de si próprio é um grande salto para a maturidade, com aqueles que convivemos diariamente o nosso brilho do olhar.
Através da contemplação via exercício do silêncio, contemplamos uma nova perspectiva de ver a vida, irradiando modo de viver, de pensar, sentir e depois de agir, no mundo que estamos contextualizados. É neste momento em sala de aula, mediado pelo professor, que ele poderá incentivar uma boa leitura de qualquer livro que seja do interesse do aluno. Além de propor aos alunos que escrevam algo reproduzindo no que estão pensando.
EM TEMPO:
No silêncio você tem a oportunidade de rever princípios de vida, sonhar e planejar o seu futuro, questionar e avaliar erros acometidos, fazer novas projeções para adquirir objetivos sensatos e satisfatórios para sua vida pessoal e profissional, apaziguar as indiferenças, as intolerâncias, violências de todos os tipos contra e contra aos outros, pois todo o silêncio é remédio para a alma.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário